Veja: Prefeituras dão abertura ao processo para o auxílio de R$1.500

Publicidade



Segundo informações oficiais, os municípios pernambucanos realizam o processo de seleção dos munícipes que receberão o auxílio de R$1.500.

Nesta semana, os municípios pernambucanos iniciam ou seguem o processo de seleção dos cidadãos atingidos pelas fortes chuvas na região para receber o socorro emergencial. Cada município decide a melhor forma de realizar o procedimento. No entanto, os pagamentos vêm do governo do estado.

Leia também: Veja como ganhar renda extra consertando celulares.

Como mencionado, cada prefeitura tem sua própria forma de fazer as transferências. No entanto, algumas regras são gerais. Para receber R$ 1.500 em auxílio emergencial, você deve ter sido afetado de alguma forma pelas fortes chuvas que assolaram o estado na última semana. Além disso, é necessário um cadastro ativo e atualizado no CadÚnico.

Uma das comunidades mais atingidas pelas chuvas foi Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana da cidade do Recife. A prefeitura local divulgou detalhes do processo de seleção nesta semana. Eles vão começar a trabalhar enviando agentes da prefeitura para as áreas atingidas pelos deslizamentos e inundações na próxima quinta-feira (9).

A ideia é que os agentes recebam informações das famílias que sofreram algum tipo de dano do ter sofreu chuva. Os profissionais precisam tirar fotos das casas para provar que as famílias realmente precisam de ajuda. Logo em seguida, os assistentes enviarão os dados coletados para a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes.

De posse das informações, autoridades do governo local selecionarão os nomes daqueles que receberão o auxílio emergencial. Dessa forma, as informações básicas são enviadas aos moradores via WhatsApp. A mensagem explica detalhes como a forma de pagamento, a data da transferência e o banco onde o cidadão pode retirar os fundos.

Auxílio de R$1.500

O auxílio emergencial do estado de Pernambuco foi anunciado oficialmente pelo governador Paulo Câmara (PSB) no final da semana passada. Ele explicou que o dinheiro será repassado para as contas das 33 prefeituras que estão em situação de emergência.

A partir daí, os municípios decidirão a melhor forma de repassar os recursos aos atingidos. Além desse auxílio, o governo estadual apresentou um projeto ao parlamento estadual para criar uma pensão vitalícia.

O segundo auxílio será pago mensalmente por toda a vida às famílias de 129 pessoas que morreram nos últimos dias em decorrência das fortes chuvas em Pernambuco. O projeto é processado com urgência.

Chuvas no estado

Desde o mês de maio, o estado registrou oficialmente 129 mortes relacionadas à chuva no estado. Aliás, um deles ocorreu na madrugada desta terça-feira (7) após novos deslizamentos de terra na cidade do Recife.

Os números mostram que a tragédia na capital pernambucana é a maior do século. Estima-se que mais de 10.000 cidadãos permaneçam desabrigados e desabrigados na área metropolitana da cidade. A maioria não sabe quando pode voltar para casa.

Alguns parlamentares chegaram a apresentar no congresso nacional projetos sociais voltados às vítimas das chuvas em Pernambuco e também no estado de Alagoas. No entanto, nenhum desses projetos foi aprovado até o momento.

Veja também: Saiba como ganhar renda extra em dolares respondendo pesquisas.

Pedro Henrique

Redator do site, formado em publicidade e propaganda, sempre trazendo as melhores notícias, dicas, aplicativos e finanças para o leitor. Acredito que a educação e a informação mova o mundo.