Leilão de automóveis – Veja como funciona

Publicidade



Está pensando em participar de um leilão de automóveis ou está com dúvidas de como funciona? Aqui vamos te mostrar de forma simplificada como participar de um leilão, quais são as taxas que você pagará após dar o lance no seu veículo, quais tipos de carro ou moto serão leiloados, o que são veículos sinistrados e muito mais! Acompanhe para tirar suas duvidas.

Leilão de automóveis - Cenário Aberto
Leilão de automóveis – Cenário Aberto

Como participar de um leilão de automóveis?

Existe duas modalidades, o de maneira online e o presencial. Das duas maneiras é necessário você se cadastrar junto ao leiloeiro e enviar os documentos necessários, aguardando sua aprovação, uma vez aprovado você estará apto a fazer seu lance e comprar seu veículo.

Online: Entre no site de leilão de automóveis da sua preferência mas fique atento e certifique-se de que o site é oficial e confiável. Para realizar o cadastro será necessário informar seus documentos pessoais como, CPF, comprovante de residência e seu CNH, somente depois da gestora de leilões conferir seus documentos que você será liberado para de envio dos lances.

Dentro do site você encontrará todas as informações necessárias. Ler o edital do leilão é o passo mais importante, no edital estão todas as informações sobre as características dos veículos que foram para leilão, o motivo dele ter sido leiloado, o valor inicial dos lances, até o valor da taxa que você terá de pagar após a compra do veículo.

Presencial: Procure saber o horário e o local onde acontecerá o leilão de veículos na sua região, você consegue fazer o cadastro no local minutos antes do evento iniciar, leve seus documentos pessoais como, CPF, CNH, comprovante de residência e informe seu endereço de e-mail.

Você receberá um tipo de “panfleto” aonde estará todos os dados dos carros ou motos que serão leiloados naquele dia , normalmente eles estão numerado e são chamados de “lote“, os números servem para melhor identificação quando você for procurá-los.

Lembrando que as taxas e os lances variam de leiloeiro a leiloeiro, se informe no edital.

Como dar meu lance?

Online: Depois de se cadastrar de forme online, dentro do site terá as opções para você se informar de acordo com suas preferências, informações que dirão, o estado dos automóveis que estão participando do leilão “Monta“, fotos reais dos veículos e seus defeitos para futuros concertos.

Terá uma descrição com todas as informações do tipo, qual o combustível do veiculo, qual o motivo dele estar sendo leiloado, sua condição física entre outros. Depois de escolher o veiculo que mais se interessou a opção é esperar o leilão começar e dar seu lance conforme o decorrer, quem der uma opção de lance maior antes da batida do martelo, fica com o veiculo leiloado.

Presencial: Depois do seu cadastro ser concluído, você já pode visitar o leilão, assim avaliando os carros ou motos que mais se interessar e anotar o número do seu “lote“. O leilão de automóveis vai começar e as fotos dos veículos iram aparecer para melhor identificação, se for o veiculo que você se interessou fique atento a contagem e comece dar seus lances. Após a batida do martelo aquele carro ou moto irá para o ganhador que ofertou maior valor de lance.

O que é monta?

Basicamente a monta é o que define o estado do veículo, se ele está pouco ou muito danificado. Entenda
Pequena monta: Quando o automóvel é danificado, mas suas peças ou partes afetadas podem ser reconstruídas facilmente, sem um grande valor a ser gastado para seus reparos e pode voltar a circular sem necessitar de uma fiscalização de segurança, considera-o como sinistro de pequena monta.

Media monta: É quando um veículo se envolve em um acidente e as partes estruturais, mecânicas ou externas sofrem danos, mas que podem ser substituídas, permitindo que o veículo volte a circular após passar por uma vistoria.

Grande monta: São aqueles veículos que normalmente sofreram acidentes graves de trânsitos. Resultando um veiculo totalmente incapacitado de ser concertado, e serve apenas para a retirada de peças. Por mais que saiam bem abaixo do preço, as peças só podem ser vendidas para aquele que possui uma autorização do Detran e ser pessoa jurídica cadastrada junto ao órgão de trânsito. Perda total de veículo sinistrado.

Depois de comprar meu veículo o que acontece?

Bom, depois de você comprar o veiculo leiloado fique ciente que terá que pagar taxas obrigatórias, essas são as taxas que foram informadas no edital. Todo ou qualquer leilão possui essas taxas. Ou seja além do valor que você deu de lance, terá tem que considerar as taxas que vão vir a seguir:

Taxa do leiloeiro: Em regra, o valor direcionado ao leiloeiro é de 5% a ser calculado sobre o valor do lance vencedor. Então o leiloeiro ficará com 5% do valor do seu carro.

Taxa de pátio: A taxa de pátio varia em torno de R$ 700,0 a R$1,200 reais, o valor exato foi informado no edital.

Essas são as taxas obrigatórias que precisam ser pagas para a retirada do veiculo, sem contar o valor da transferência do titular e futuros detalhes que você terá que concertar, detalhes do tipo, retoque de pintura, desgaste de pneu, amassados, riscos na lataria e uma revisão geral do automóvel adquirido.

Perguntas Frequentes

O que é um leilão?

Um leilão é um processo onde bens ou serviços são postos à venda e interessados fazem propostas, com o item geralmente sendo vendido ao proponente com a oferta mais alta. É uma prática comum para comercializar desde propriedades até veículos.

Como comprar carro de leilão?

  • Investigue locais e plataformas online que organizam leilões automobilísticos.
  • Analise as listagens ou catálogos para identificar carros que lhe interessam.
  • Examine fisicamente os carros, se possível, antes do evento.
  • Registre-se no evento ou plataforma e prepare-se para dar lances.

Após ganhar, certifique-se de liquidar o montante devido e esteja ciente de possíveis custos adicionais relacionados à legalização do veículo.

Como saber se o carro é de leilão?

Para determinar se um carro é de leilão, você pode:

  • Verificar o documento do veículo. Algumas vezes, carros de leilão podem ter anotações ou marcas específicas.
  • Solicitar um relatório detalhado do histórico do veículo usando o número do chassi.
  • Questionar o vendedor diretamente. É sempre uma boa ideia fazer perguntas detalhadas ao vendedor para conhecer a procedência do veículo.

Quanto custa para regularizar moto de leilão?

Os custos para regularizar uma moto de leilão podem variar dependendo da região, do tipo de leilão (judicial, apreensão, etc.) e do estado da moto. Em geral, você terá que pagar taxas de transferência, licenciamento, possíveis multas pendentes e, em alguns casos, taxas adicionais para reparos, se a moto não estiver em condições de rodagem. É essencial consultar o DETRAN local ou órgão equivalente para obter uma estimativa exata.

Como participar do leilão da Receita Federal?

  • Acesse o site oficial da Receita Federal e vá para a seção de leilões.
  • Cadastre-se no sistema de leilão eletrônico.
  • Escolha o leilão de seu interesse e leia atentamente as informações e regras.
  • Oferte seu lance eletronicamente durante o período estipulado.
  • Se vencer, siga as instruções para pagamento e retirada dos bens.

Conclusão

Integrar-se em um leilão de veículos pode ser uma maneira excepcional de adquirir um carro ou moto por um preço mais acessível. No entanto, é essencial estar bem informado, ler o edital cuidadosamente e, se possível, inspecionar o veículo antes de fazer um lance. Este guia oferece uma visão geral do processo, mas cada leilão tem suas especificidades, por isso, sempre esteja atento às regras e detalhes do leilão em questão.